Anderson Silva quer se dedicar à escrita após MMA

 Anderson Silva quer se dedicar à escrita após MMA


O ex-Campeão Peso Médio do UFC, Anderson Silva, disse que após encerrar a carreira profissional no MMA, pretende se dedicar à profissão de roteirista. Nas palavras do lutador, ele pretende "fazer a diferença nesse caminho" e "deixar uma mensagem subliminar para as pessoas sobre um determinado assunto". "É uma coisa que as pessoas não sabem muito [sobre mim], eu gosto de escrever. Eu escrevo e roteirizo muita coisa", revelou Anderson no programa "Conversa com Bial" desta madrugada (29). "Eu assisto a muitos filmes de ação e estou sempre colocando as ideias no papel. Já venho a bastante tempo estudando", completou

Sobre a expectativa de adentrar ao mundo do cinema, o brasileiro continuou: "Quando você tem boas ideias e bons roteiristas, você consegue tocar as pessoas de verdade. Então, acho que vou conseguir fazer a diferença nesse caminho, deixando uma mensagem subliminar para as pessoas sobre um determinado assunto"

A despedida Neste sábado (31), Anderson subirá ao octógono pela última vez ao enfrentar o jamaicano Uriah Hall na luta principal do card do UFC, em Las Vegas, Estados Unidos. O duelo será o derradeiro do brasileiro na organização. Para o combate final de sua carreira profissional, "Spider" contou que vem sendo treinado por uma mulher há um ano. "A Amanda me colocou no 'shape'", afirmou o lutador, e brincou: "Eu sofro bullyng dela a toda hora. Ela é muito mais forte do que eu e acabo sendo o sexo frágil nessa história toda". Desde 1997 no MMA, com 34 vitórias, sendo 22 por nocaute, dez derrotas e um 'no contest' (luta sem resultado), o campeão Peso Médio do UFC de 2006 a 2013 mos

"Maior Surra" Anderson também relembrou um dos gloriosos momentos de sua carreira, quando, em agosto de 2010, venceu o americano Chael Sonnen em uma virada histórica. No combate, o brasileiro estava sendo massacrado em quatro rounds e, no quinto e último round, a dois minutos do fim da luta, conseguiu uma finalização a seu favor

"Eu acho que essa foi a maior surra que eu tomei em toda a minha vida", brincou Anderson que está há quase 25 anos no esporte. O lutador ainda contou que trincou a costela na semana anterior à luta, mas mesmo assim não correu do octógono

"Tiveram algumas situações que antecederam essa luta que foram bem complicadas. No treinamento durante a semana, eu tive uma queda em que o meu adversário caiu com o joelho em cima de mim, e trinquei a minha costela", relembrou

Ao levar uma "bronca" do apresentador por ter lutado com a costela trincada, "Spider" respondeu: "Pois é, Bial, já fiz tanta coisa estúpida. Apanhei todos os cinco rounds, mas graças a Deus deu tudo certo no final"

CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA COMPLETA